quinta-feira, 30 de junho de 2011

blog do Pr. Marcos Maçan: O diabo na fila do seguro-desemprego

blog do Pr. Marcos Maçan: O diabo na fila do seguro-desemprego

O diabo na fila do seguro-desemprego

Dia desses, no calor de Rondônia, estava eu passando na rua quando, em uma fila grande que saía de um banco, sinto um cheiro muito ruim. Não, não era do esgoto vazando na rua; era um cheiro de enxofre, mesmo. Quando fui investigar, vi que o diabo estava na fila do seguro-desemprego.

Acho que o capeta se assustou mais comigo do que eu com ele. Antes que eu pensasse que precisava me pentear melhor, vi que o que amedrontava o capeta não era eu mesmo, mas o selo do Espírito em mim. Bom, com essa segurança (e aliviado por saber que não estava tão mal assim), fui logo perguntando:
- Uai, seu capeta, você aqui? O que aconteceu?
- Pois é, seu moço (falou com vergonha e com receio, não me olhava nos olhos), o meu chefe resolveu fazer umas mudanças lá embaixo. Ele andou lendo uns livros de alguns amigos dele sobre administração e resolveu fazer um upsizing.
- Não é downsizing, não?
- Não, é upsizing, mesmo. Fomos mandados cá pra cima...
- Mas, o que aconteceu? Foi obra de algum avivamento, alguma reunião de oração?
- Que nada, seu moço (se me chamasse de meu filho eu teria que rever minha fé). A última vez que uma coisa ruim dessas aconteceu foi lá pras bandas da terra do pão de queijo, no começo dos anos 90, quando uns cabeludos doidos começaram a fazer propaganda dEle.
- De Jesus?
- NÃO FALE ESSE NOME, DÁ AZAR PRA NÓS! Se você não sabe, somos muito supersticiosos. Aliás, nós é que inventamos isso na Idade Média. Gato preto, passar por baixo da escada, deixar Bíblia aberta no Salmo 91, é tudo invenção nossa, mas caiu em domínio público.
- Então, qual a razão da crise de desemprego lá embaixo?
- Concorrência desleal.
- Como assim, “concorrência desleal”? Satanás está competindo com ele mesmo?
- Mais ou menos, seu moço. Óia só: tem um pessoal aqui em cima que se faz passar por gente que anuncia o Inimigo. Só que eles desvirtuam tudo. É um tal de Bíblia de 900 reais, unção dos mil reais, oração dos 7 reais, pastor pilão, tanta coisa, mas tanta coisa, que o inferno pediu concordata!
- O inferno, de concordata?
- Pois é! Além do choro e do ranger de dentes dos inquilinos lá, agora tem o nosso choro e ranger de dentes! E olha que o Filho ainda não voltou para inaugurar o Lago de Fogo, mas já estamos sofrendo!
- Que coisa!
- Pois é. Ficamos obsoletos. Estou me sentindo como aqueles antigos computadores 486: eram uma maravilha, mas hoje ninguém quer nem de brinde em loja de usados!
- Então, você está na fila do seguro-desemprego por...
- Por descontinuidade do meu departamento! A concorrência no inferno é cruel, para dizer o mínimo e sem cair muito no óbvio! Não é à toa que é o inferno! Mas, dessa vez, os camaradas daqui de cima se superaram! Aprenderam todo o nosso know-how, o aprimoraram e nos descartaram! Toda semana tem novidade para enganar trouxa, mas fico bravo porque eram todas idéias minhas que foram roubadas, sem nem ao menos um mísero crédito, uma citaçãozinha que seja! Para piorar, não posso recorrer ao Procon, não tem disso no inferno! Então, meu departamento não tem mais serventia pro chefe!

Deixei o capiroto absorto em sua amargura e fui embora. Antes de rir da desgraça do capeta, fiquei triste foi com a nossa. O know-how do inferno foi copiado e aprimorado aqui, e o pessoal nem se toca!

Enquanto ia embora, me lembrei de perguntar qual era o departamento do pobre diabo (literalmente falando). Mas aí me lembrei que ele me deu um folder de seu antigo departamento. No folder, lá estava ele, de terno Armani, gravata Hermes e uma caneta Mont Blanc no bolso, sorridente, com a legenda embaixo de sua foto: “espírito de engano – setor operacional latinoamericano – diretor de operações para o Brasil”.

sábado, 25 de junho de 2011

Juiz que anulou casamento gay será julgado

Juiz que anulou casamento gay será julgado
Rubens Santos - O Estado de S.Paulo

O juiz Jerônymo Pedro Villas Boas, de 45 anos, titular da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e de Registros de Goiânia, será julgado por Corte Especial, anunciou a desembargadora Beatriz Figueiredo Franco, também corregedora do Tribunal de Justiça de Goiás. Ela anulou um ofício do juiz que suspendia o primeiro contrato de união estável homoafetiva da capital de Goiás. Beatriz também determinou que todos os cartórios de registro da cidade produzam o documento.

Segundo a desembargadora, "a leitura (do ofício do juiz) demonstra vício de competência a contaminar a
decisão". Ela explicou que à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) não caberia contestação e sim submissão. Quando assim não ocorre, cabe "apuração disciplinar".

"Não fui notificado. Não posso ser julgado à revelia", disse o juiz. Mineiro de Uberaba, ex-militante do PT, Villas Boas diz ter deixado a política quando assumiu como magistrado, há 19 anos. Membro da Igreja Assembleia de Deus, também é vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).


Ele disse ao Estado que, embora seja evangélico, sua fé não o influenciou. "Frequento a igreja, mas não misturo as duas coisas", afirmou. "Assim como tenho o direito de manifestar a minha fé, não discrimino pessoas e minhas decisões são tomadas à luz da lei."


O deputado federal João Campos (PSDB-GO), líder da Frente Parlamentar Evangélica, divulgou uma moção pública em favor de Villas Boas.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Corpus Christi

                      Corpus Christi


23 de junho de 2011, quinta-feira, feriado nacional no Brasil. Dia de Corpus Christi. O que é isto? A tradução literal da expressão latina é "Corpo de Cristo". Refere-se a uma solenidade católica celebrada anualmente na primeira quinta-feira após o Domingo da Santíssima Trindade, para comemorar a eucaristia. A celebração do Corpus Christi acontece na igreja latina desde o século XIII. A primeira pessoa a pensar em uma festa especial para o sacramento eucarístico foi Santa Juliana (1193-1258), freira do convento agostiniano de Monte Cornillon, na Bélgica. Juliana compartilhou sua ideia com Robert de Thorete, então bispo de Liége, e com Jacques Pantaleón, que mais tarde seria o Papa Urbano IV. Como no regime católico de administração eclesiástica os bispos têm autoridade para ordenar a celebração de festas em suas dioceses, ele convocou um sínodo em 1246, e ordenou que a celebração acontecesse no ano seguinte. O bispo Robert morreu antes disto, mas a festa foi realizada assim mesmo. Em 1264 o Papa Urbano IV publicou a bula “Transiturus”, na qual ordenava a celebração da festa de Corpus Christi em todo o mundo (e não mais apenas na diocese de Liége). Aos poucos a festa passou a ser celebrada: Colônia (1306), Worms (1315), Strasburg (1316). Desde então, tem sido celebrada em todo o mundo católico .

A pergunta inevitável que surge é: se a festa se refere à instituição da eucaristia por Jesus na noite da quinta-feira que antecedeu sua crucificação (cf. Mt 26:17-30; Mc 14:17-26; Lc 22:7-20), por que é celebrada depois da Semana Santa? O argumento de Urbano IV na já citada “Transitorus” é que na Semana Santa os fiéis devem estar com suas mentes voltadas para a reflexão nos acontecimentos da Paixão propriamente, e por isso, podem acabar perdendo de vista a importância e o significado do evento da quinta-feira. Para evitar que tal acontecesse, a celebração da instituição da eucaristia por Jesus foi deslocada para um período posterior.

“Corpus Christi” é, portanto, uma tradição católica ocidental. O protestantismo e o cristianismo ortodoxo oriental não têm nada que seja similar. Mas a celebração desta festa faz pensar em algo importante, a celebração da eucaristia por Jesus e seu significado. Toda a cristandade tem no partir do pão e no beber do cálice seu ritual mais significativo. Todavia, ao mesmo tempo, muita discussão tem havido em torno do significado deste ritual, que é expressão de fé, e não meramente uma parte da liturgia. Afinal de contas, o que Jesus quis dizer quando afirmou "isto é meu corpo"? A tradição católica, trabalhando com categorias filosóficas tomadas de empréstimo da filosofia aristotélica, entende as palavras de Jesus em sentido literal. Ou seja, conforme o catolicismo, no momento da consagração dos elementos da ceia – o pão e o vinho – acontece uma mudança, não nos acidentes do elemento pão e do elemento vinho (cor, textura, sabor, odor), mas na “substância” destes, ainda que isto seja imperceptível aos sentidos humanos. A esta compreensão dá-se o nome de “transubstanciação”, que significa literalmente "mudar de substância".

A Reforma Protestante no século XVI apresentou compreensões diferentes. Lutero, que fora monge agostiniano, sempre teve a celebração da ceia do Senhor na mais alta conta. Ele divergia da compreensão católica tradicional, mas afirmava que, de alguma maneira, o próprio Jesus se faz presente no momento da ceia, “junto com”, “em com” “e sob” o pão e o vinho. A esta compreensão dá-se o nome de “consubstanciação”, que significa literalmente "com a substância". Na verdade, bem antes de Lutero houve quem entendesse a eucaristia em termos de consubstanciação. Mas o catolicismo tradicional rejeitou esta compreensão.

Zuínglio, contemporâneo de Lutero, iniciador do segmento protestante conhecido como "Reforma Reformada" (que teve mais tarde em João Calvino seu nome mais conhecido) divergiu das duas interpretações até agora citadas. Para Zuínglio as palavras de Jesus ditas por ocasião da última ceia devem ser entendidas de modo figurado, simbólico, e nunca de um modo literal. Portanto, para aquele reformador suíço, o pão e o vinho simplesmente simbolizam o corpo de Jesus morto na cruz e seu sangue derramado.
Carlos Jeremias Klein, pesquisador brasileiro e pastor da Igreja Presbiteriana Independente, em seu livro “Os sacramentos na tradição reformada” (São Paulo, Fonte Editorial, 2005), mostra como a maioria absoluta dos evangélicos no Brasil, pentecostais e não pentecostais, entende a ceia de maneira apenas simbólica.

O já citado João Calvino contribuiu para o debate com outra perspectiva. Para Calvino, no momento da eucaristia Jesus se faz presente de maneira real, não nos elementos em si, mas no coração dos fiéis. Esta é a “presença real” de Jesus na ceia. A compreensão de Calvino talvez seja uma via média entre a compreensão de Lutero e de Zuínglio. No entanto, é desconhecida da maioria dos membros, e mesmo pastores, de igrejas de tradição calvinista propriamente.

Ninguém pode negar a importância da ceia. Ninguém pode negar a importância desta celebração na caminhada cristã. Ninguém pode negar a presença de Jesus Cristo na vida dos que crêem. Não como um ritual mágico, para garantir sorte ou prosperidade. Mas como um momento de renovação de forças para continuar na jornada da fé, do amor e da esperança, no seguimento daquele que se deu por nós, para nossa salvação. 
fonte: ULTIMATO.


domingo, 19 de junho de 2011

                   "DESISTIR JAMAIS"
Muitas vezes nos encontramos fracos,
e o desejo de desistir de tudo se torna maior do que qualquer sentimento.
Os problemas surge em todas as áreas, familiar, pessoal, profissional, espiritual...
tudo parece que está fora do controle, sem esperança, sem solução, sem resposta,
os passos se tornam pesados, o ânimo vai embora, começamos a assistir a situação,
e cruzamos os braços, acreditando que é melhor desistir do que insistir.
Mas quando meditamos na mensagem deste louvor no vídeo, em seguida despertamos!
Porque desistir de nossos sonhos, se JESUS CRISTO não desistiu de nós!
Porque desistir diante aos problemas, se JESUS CRISTO suportou tudo por amor a nós!
Porque achar que não tem saída, se Deus é o princípio, meio e fim!
Porque achar que não vamos suportar as situações,
se a palavra diz "TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE",
Porque não suportar nossas dores, se JESUS CRISTO foi perfurado e crucificado por nós!
Porque não acreditar no milagre, se o Deus Poderoso que acreditamos não mudou!
Porque não ter fé, se a fé agrada o coração de DEUS!
Porque então não fazemos o possível e confiamos que o IMPOSSÍVEL Deus fará!
O choro pode durar uma noite mas a alegria vem pela manhã!
Então se está feliz celebrai ao SENHOR,
Se estiver triste ADORE A DEUS, ...
Mateus 5:4 - Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.
JESUS TE AMA MUITO...
FONTE: Recebi esta linda mensagem de uma amiga do orkut ,Rosangela Avivalista.
video

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Pastoras lésbicas querem fazer 'evangelização' na Parada Gay de SP

Pastoras lésbicas querem fazer 'evangelização' na Parada Gay de SP

Lanna Holder e Rosania Rocha dizem que movimento perdeu o propósito.
Organização diz que evento continua reivindicando direitos humanos.

Do G1 SP
Para o casal de pastoras, a Parada Gay perdeu seu propósito inicial de lutar pelos direitos dos homossexuais (Foto: Clara Velasco/G1)     Para o casal de pastoras, a Parada Gay perdeu seu propósito inicial de lutar pelos direitos dos homossexuais (Foto: Clara Velasco/G1)
Três semanas depois de inaugurar uma igreja inclusiva e voltada para acolher homossexuais no Centro de São Paulo, o casal de pastoras Lanna Holder e Rosania Rocha pretende participar da Parada Gay de São Paulo, em 26 de junho, para "evangelizar" os participantes. Estudantes de assuntos ligados à teologia e a questões sexuais, as mulheres encaram a Parada Gay como um movimento que deixou de lado o propósito de sua origem: o de lutar pelos direitos dos homossexuais.
“A história da Parada Gay é muito bonita, mas perdeu seu motivo original”, diz Lanna Holder. Para a pastora, há no movimento promiscuidade e uso excessivo de drogas. “A maior concepção dos homossexuais que estão fora da igreja é que, se Deus não me aceita, já estou no inferno e vou acabar com minha vida. Então ele cheira, se prostitui, se droga porque já se sente perdido. A gente quer mostrar o contrário, que eles têm algo maravilhoso para fazer da vida deles. Ser gay não é ser promíscuo.”
As duas pastoras vão se juntar a fiéis da igreja e a integrantes de outras instituições religiosas para conversar com os participantes da parada e falar sobre a união da religião e da homossexualidade. Mas Lanna diz que a evangelização só deve ocorrer no início do evento. “Durante [a parada] e no final, por causa das bebidas e drogas, as pessoas não têm condição de serem evangelizadas, então temos o intuito de evangelizar no início para que essas pessoas sejam alcançadas”, diz.
Leandro Rodrigues, de 24 anos, um dos organizadores da Parada Gay, diz que o evento “jamais perdeu o viés político ao longo dos anos”. “O fato de reunir 3 milhões de pessoas já é um ato político por si só. A parada nunca deixou de ser um ato de reivindicação pelos direitos humanos. As conquistas dos últimos anos mostram isso.”
Segundo ele, existem, de fato, alguns excessos. “Mas não é maioria que exagera nas drogas, bebidas. Isso quem faz é uma minoria, assim como acontece em outros grandes eventos. A parada é aberta, e a gente não coíbe nenhuma manifestação individual. Por isso, essas pastoras também não sofrerão nenhum tipo de reação contrária. A única coisa é que o discurso tem que ser respeitoso.”
Negação e aceitação da sexualidade
As duas mulheres, juntas há quase 9 anos, chegaram a participar de sessões de descarrego e de regressão por causa das inclinações sexuais de ambas. “Tudo que a igreja evangélica poderia fazer para mudar a minha orientação sexual foi feito”, afirma Lanna. “E nós tentamos mudar de verdade, mergulhamos na ideia”, diz Rosania. As duas eram casadas na época em que se envolveram pela primeira vez.
O casal passou por sessões de descarrego e regressão por causa da orientação sexual (Foto: Clara Velasco/G1)O casal passou por sessões de descarrego e
regressão por causa da orientação sexual (Foto:
Clara Velasco/G1)
“Sempre que se fala em homossexualidade na religião, fala-se de inferno. Ou seja, você tem duas opções: ou deixa de ser gay ou deixa de ser gay, porque senão você vai para o inferno. E ninguém quer ir para lá”, diz Lanna.
A pastora afirma que assumir a homossexualidade foi uma descoberta gradual. “Conforme fomos passando por essas curas das quais não víamos resultado, das quais esperávamos e ansiávamos por um resultado, percebemos que isso não é opção, é definitivamente uma orientação. Está intrínseco em nós, faz parte da nossa natureza.”
Igreja Cidade de Refúgio
Segundo as duas mulheres, após a aceitação, surgiu a ideia de fundar uma igreja inclusiva, que aceita as pessoas com histórias semelhantes as delas. “Nosso objetivo é o de acolher aqueles que durante tanto tempo sofreram preconceito, foram excluídos e colocados à margem da sociedade, sejam homossexuais, transexuais, simpatizantes”, diz Lanna.
Assim, a Comunidade Cidade de Refúgio foi inaugurada no dia 3 de junho na Avenida São João, no Centro de São Paulo. Segundo as pastoras, em menos de 2 semanas o número aumentou de 20 fiéis para quase 50. Mas o casal ressalta que o local não é exclusivo para homossexuais. “Nós recebemos fiéis heterossexuais também, inclusive famílias”, diz Rosania.
Apesar do aumento de fiéis, as duas não deixaram de destacar as retaliações que têm recebido de outras igrejas através de e-mails, telefonemas e programas de rádio e televisão. “A gente não se espanta, pois desde quando eu e a pastora Rosania tivemos o nosso envolvimento inicial, em vez de essa estrutura chamada igreja nos ajudar, foi onde fomos mais apontadas e julgadas. Mas não estamos preocupadas, não. Viemos preparadas para isso”, afirma Lanna.

fonte g1.

sábado, 4 de junho de 2011


Se Jesus houvesse casado, ele geraria uma raça superior, afirma Pastor Marco Feliciano.

O pastor Marco Feliciano lançou uma enquete em seu Twitter ensinando aos internautas que se Jesus Cristo houvesse casado, poderia ter nascido uma raça superior.
O deputado federal tentava explicar que, como Cristo não era filho só de humanos, se Ele tivesse um filho seria uma outra raça. “Possivelmente o envolvimento carnal dele com uma mulher poderia culminar com o nascimento de um outro ser, que teria um DNA diferente do normal,” escreveu.
Aos seus seguidores ele explicou que o cromossomo Y vem do macho e o X da fêmea, como Jesus Cristo nasceu de Maria, o cromossomo X veio dela e o Y de Deus.
“Portanto o DNA de Jesus não era como o nosso. Ele tinha cromossomos X, todavia os cromossomos Y não eram humanos. Ele era em si Homem e Deus!”
Meus caros amigos internaltas e blogueiros amigos,é a segunda vez,que publico materia sobre este mesmo "pastor" agora ele vem com mais esta ,para mim  heresia grosseira, lembrando que os gnósticos dos primeiros céculos também diziam isto ;que Jesus era um ser superior... Bem deixe aqui seu comentário que é muito importante.
fonte :Gospel mais.