quinta-feira, 4 de abril de 2013

Grupo judeu retoma sacrifícios em preparação para o “Terceiro Templo”

A maioria dos judeus espera a construção do Terceiro Templo como parte do cumprimento das profecias do Antigo Testamento e anúncio da vinda do Messias. Mas na última Páscoa (29/03), um grupo judeu ortodoxo realizou um sacrifício em frente ao Monte do Templo, em Jerusalém, seguindo o ritual descrito nos Livros de Moisés.
Esse “abate ritual” não foi meramente uma reconstituição histórica, mas, sim um “ensaio profético”  antes da reconstrução do Templo. Nos últimos anos, esses sacrifícios foram realizados com a anuência do governo, mas o de 2013 surpreendentemente recebeu um veto do Serviço de Veterinária de Israel, que se recusou a dar autorização para o evento.
Os organizadores precisaram levar a questão até o tribunal, e conseguiram uma liminar permitindo o ritual. Os diferentes grupos envolvidos no caso foram liderados pelo rabino Yehuda Glick, o qual explica que o ritual foi realizado com o máximo de precisão bíblica possível.
“Nós tomamos o animal, como manda a Torá, fizemos um altar como era antigamente, e uma cozinha construída de acordo com a halachá [lei judaica]. Nós abatemos o animal com os Leviim cantando e usando as roupas sacerdotais, assim como era o sacrifício do Pessach [Páscoa] de nossos antepassados”.
Os leviim são judeus da tribo bíblica de Levi, cujos membros celebravam as cerimônias no antigo Templo. Para o rabino Glick, o ritual foi comovente. ”O simbolismo de ficarmos em pé, diante do Monte do Templo e nos preparando para o sacrifício da Páscoa, sem dúvida, foi um momento especial”, resumiu. Com informações Israel National News.
Assista:
video
Fonte: Gospel prime.

Uma em cada quatro pessoas acredita que o presidente Barack Obama seja o anticristo

A possibilidade de que o presidente Barack Obama seja o anticristo é considerada real ou plausível por 26% dos norte-americanos. Essa informação foi revelada por um levantamento nacional feito pelo instituto Polling de Políticas Públicas.
O site WND ironizou a informação dizendo que a boa notícia para a Casa Branca é que 74% da população discorda desspensamento.
A teoria de que Obama seria o anticristo é levantada frequentemente por líderes religiosos tidos como sensacionalistas, tanto nos Estados Unidos quanto em outros países.
Temas como Aquecimento Global, Osama Bin Laden e outros também fizeram parte da pesquisa.
Sobre o aquecimento do planeta, 37% dos entrevistados acredita que tudo que é falado a respeito do assunto trata-se de uma farsa que faria parte de uma conspiração.
Osama Bin Laden ainda estaria vivo para 6% dos entrevistados, que acreditam igualmente que a ofensiva do exército norte-americano para matar o terrorista seria um jogo de cena. Até a ida do homem à Lua teria sido falsificada, segundo a crença de 7% dos entrevistados.
Esse tipo de pesquisa, sobre teorias conspiratórias, são muito comuns nos Estados Unidos, e dão uma amostra de como a sociedade norte-americana enxerga suas questões internas.
Fonte Gospel Mais.